domingo, 6 de setembro de 2015

Miss monochrome - 1ª temporada




Miss monochrome é uma série curta de episódios de 4 minutos (na segunda temporada aumentapara 7min30s) dirigida por Yoshiaki Iwasaki e produzida pelo estúdio Sanzigen Animation. O conceito da personagem veio de uma pessoa muito conhecida e admirada no nicho otaku: Yui Horie. Meu comentário sobre a série será dividido em duas partes, uma dedicada à criadora e outra dedicada à personagem.











A criadora


Yui Horie (apelidada de Hocchan pelo fandom)  é uma seyuu famosíssima que já trabalhou em vários animes, sendo Hanekawa Tsubasa (monogatari series) sua personagem mais proeminente no momento. No passado, dublou Narusegawa Naru no tão popular Love HinaSawachika Eri em School Rumble, Yuki-onna em Nurarihyon no mago, Kushieda Minori em Toradora! e Millhiore nas três temporadas de Dog Days. Suas personagens não possuem um padrão específico, o que significa que ela consegue dar vida às mais variadas e distintas personalidades bidimensionais. 

Além de emprestar sua voz para as personagens, já protagonizou o vocal de várias aberturas e encerramentos de anime, tendo inclusive gravado clipes, disponíveis no youtube (no caso, esse é o encerramento de Toradora). Seus espetáculos são caracterizados por uma espécie de "dramatização" ou temática, que ajusta elementos do cenário e do figurino de modo a contar uma história com suas músicas, como na vez em que se vestiu de colegial e pediu para que mesas e cadeiras fossem distribuídas no palco.

Em 2010, alcançou a quinta posição em quantidade de vendas de CDs. Já em 2011, foi rebaixada para a décima segunda posição. Os dados dos anos seguintes não vieram a público (ao menos nas fontes ocidentais).



A personagem


Miss monochrome tem tudo para ser uma vocaloid - voz cibernética, twintails, a voz de uma seyuu que é cantora na vida real, e além disso ela não envelhece, visto que é um androide. 

O cobertor dela é um jornal
Sua personalidade é marcada por uma linearidade conceitual e comportamental. Como personagem, ela é bastante inocente em se tratando das normas sociais e dos papeis a serem exercidos em cada ambiente, em virtude - provavelmente - do seu isolamento pós-apocalipse (ela foi uns dos poucos sobreviventes e aparentemente ficou muito tempo esperando até que um rapaz trouxe uma pilha e a recarregou). Em virtude dessa inocência, ela é enganada no primeiro episódio pela menina de rua que acolheu, após esta lhe pedir 19,3 bilhões de ienes, prometendo em troca a estreia e popularização de Miss monochrome como idol.

Miss monochrome dança para um público de uma pessoa
Não obstante, Miss monochrome acaba encontrando um gerente, que faz de tudo para promove-la, arranjando vários bicos aqui e ali, seja em uma apresentação de fantoches em escolas de jardim primário ou como figurante de uma telenovela. Ela acredita piamente que todos os seus trabalhos, mesmo os mais medíocres, são extremamente relevantes e nunca desanima. Sua frase mais utilizada é "Moto mae ni detai", que significa "Eu quero aparecer mais".


Às vezes, no entanto, a androide exagera um pouco, o que enraivece os produtores dos programas ou eventos dos quais participa. Ela vê o mundo como uma relação linear de causa e efeito, e desconsidera várias variáveis envolvidas no processo. Uma vez, viu na televisão que a idol que almeja superar - Kikuko - foi subir o Monte Fuji e acabou cercada por repórteres quando chegou ao topo. Miss monochrome, na intenção de receber a mesma atenção, escalou também o Monte Fuji, alheia às condições - fama e popularidade - que permitiram que Kikuko se destacasse em primeiro lugar. Em outra ocasião, foi convidada para ser "race queen" em uma corrida, e se empolgou tanto com a perspectiva do sucesso que resolveu correr atrás dos carros e ganhar a corrida. Obviamente, a competição não foi transmitida.


Agora que temos todas essas informações, podemos deduzir que a principal "piada" do anime é o fato de que Miss monochrome pode fazer qualquer coisa (como ganhar um campeonato mundial de luta livre) e tem a capacidade para isso, mas lhe falta um elemento essencial, principalmente no mundo pop: carisma. Uma idol deve aparentar simpatia e expressar emoções, e ela simplesmente não consegue. 


Qual é o futuro do anime? Assim como em Wooser (do mesmo estúdio), é fundamental que a continuidade prevaleça sobre a resolução do conflito. Miss monochrome não pode, em hipótese alguma, obter fama e superar Kikuko, assim como Ash não pode de forma alguma tornar-se mestre Pokemon. É a mesma ideia de "Pinky e o cérebro", só que ao invés de tentar dominar o mundo amanhã, ela prefere estar no coração das pessoas.

Observações


-O motivo de Miss monochrome escolher a carreira de idol pode ser uma auto-inserção de sua criadora na personagem.

-Miss monochrome já salvou o mundo uma vez, mas ela não se lembra disso.

-Ela também fez uma dancinha torcendo pra seleção japonesa na copa do mundo:



Nenhum comentário:

Postar um comentário